Plástica com Segurança

Plástica com segurança

Plástica com segurança

Sugestões e dicas para fazer uma plástica com segurança

Apresentamos a seguir algumas dicas e sugestões para que você faça uma plástica com toda a segurança e confiança necessária.

Escolha o médico com muito cuidado

O ideal é que o médico escolhido para realizar sua cirurgia plástica seja de confiança, indicado por um amigo ou parente que já tenha feito alguma plástica com ele. Você deve procurar um médico que lhe inspire confiança e credibilidade. Portanto, não deixe de levar em consideração a indicação dos cirurgiões plásticos que já atenderam seus amigos e parentes.

Na primeira vez em que for consultá-lo, procure conversar com os pacientes na sala de espera: pergunte o que eles acharam do médico, como foi a cirurgia plástica, se estão satisfeitos ou não.... E o mais importante: verifique se o médico escolhido faz parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (www.cirurgiaplastica.org.br), pois isso mostra que ele está apto para realizar cirurgias plásticas, já que o cirurgião passa por várias avaliações antes de se tornar membro da Sociedade. Finalmente, lembre-se que a sua confiança é muito importante. Caso você não sinta segurança com o cirurgião, não hesite em procurar outros médicos.

Você deve procurar tomar o mesmo cuidado com relação ao local onde será feita a cirurgia. Procure se informar melhor sobre a clínica, ou hospital, em que a cirurgia plástica será realizada. Peça referências a conhecidos, ao cirurgião e faça outras pesquisas (em revistas, jornais, internet, etc.).

Procure o máximo possível de informações sobre a cirurgia plástica escolhida

Leia jornais e revistas, faça pesquisas na internet, converse com amigos, conhecidos, parentes e outras pessoas sobre o procedimento escolhido. Procure informações sobre as técnicas cirúrgicas, a recuperação, cicatrizes, além de informações sobre a clínica e/ou hospital em que a plástica será realizada. Além disso, na consulta com o médico, procure tirar todas suas dúvidas, até mesmo aquelas que você achar insignificantes. Na verdade, um ponto importante a ser considerado aqui é que suas dúvidas sobre a cirurgia plástica nunca devem ser menosprezadas. Aliás, para não correr o risco de esquecer nenhuma dúvida, uma boa dica é procurar anotá-las antes da consulta. Uma outra dica valiosa é visitar o website do cirurgião escolhido para se informar melhor sobre a plástica, já que a maioria dos sites dos cirurgiões plásticos geralmente contém a descrição das cirurgias e os cuidados que devem ser tomados.

Analise-se

Antes de tomar qualquer decisão (e isso não vale apenas para o caso da cirurgia plástica!), pare e pense se você realmente precisa fazer uma cirurgia plástica. Pode parecer uma questão tola, mas é essencial ter essa certeza, já que a plástica, bem como qualquer cirurgia, envolve riscos, além de deixar uma cicatriz definitiva e exigir bastante dedicação no período pós-operatório, que, além de tudo, pode ser um pouco incômodo. Ao realizar essa auto-análise, é importante lembrar que a cirurgia plástica é para você, e não para os outros. Portanto, apenas decida realizar a cirurgia plástica se há algo que realmente incomoda no seu corpo e não porque outras pessoas dizem que há algo de errado. A plástica deve servir apenas e tão-somente para agradar a você e o seu espelho. Desse modo, certifique-se de que você não está usando a cirurgia como uma “válvula de escape” para algum problema emocional ou alguma decepção amorosa, por exemplo, pois, neste caso, o resultado pode ser desastroso: um novo queixo não irá resolver seus relacionamentos ou garantir uma promoção. E mais: é essencial verificar com um profissional qualificado se a plástica que o paciente quer fazer pode ser realizada ou não, pois isso só quem poderá responder com certeza e certamente é o cirurgião plástico escolhido.

Faça todos os exames pré-operatórios

Cada cirurgia requer exames pré-operatórios específicos, mas, de modo geral, você deverá fazer exames de sangue, uma avaliação cardiológica e uma avaliação anestésica. Realizar os exames médicos é essencial para o sucesso da sua cirurgia plástica. Podemos citar, dentre os exames médicos mais comuns solicitados para uma cirurgia plástica, hemograma, exame de sangue para verificar a existência de doenças, uréia e creatinina, para checar a função renal, raios-x do tórax para medir as dimensões do coração, coagulograma, que avalia as condições de coagulação do sangue, glicemia, para descartar a existência de diabetes, eletrocardiograma para verificar o funcionamento do coração e mamografia ou ultrassonografia mamária para descartar a presença de nódulos.

Não importa quais os exames que seu médico solicitar: antes de realizar uma cirurgia plástica, ou qualquer outro procedimento cirúrgico, faça todos os exames solicitados. Tomar cuidado nunca é demais.

Comece a economizar agora

Já que os convênios médicos não cobrem a maioria das cirurgias plásticas estéticas, solicite o quanto antes o orçamento de tudo o que será pago para não ter surpresas desagradáveis. Afinal, é importante lembrar que a cirurgia envolve despesas com o hospital, com as próteses de silicone (seios, bumbum, panturrilha e outras), conforme o caso, equipe médica, internação, anestesista, o próprio cirurgião plástico e cuidados pós-operatórios. Desse modo, é bom estar ciente desses gastos e preparado para o que der e vier. Portanto, ao estar ciente dos gastos, é hora de fazer cálculos e, se necessário, guardar o dinheiro para a cirurgia plástica. A poupança pode ser uma boa opção para guardar as economias e não cair na tentação de gastar. Há também o financiamento e parcelamento nos cartões de crédito ou junto a instituições financeiras como outra opção para realizar a tão sonhada cirurgia plástica.

Programe sua agenda!

Antes de marcar a data da sua cirurgia plástica, não se esqueça de que você irá precisar também de um período para a sua recuperação pós-cirúrgica. Informe-se com o médico escolhido quantos dias serão necessários para a recuperação de sua cirurgia plástica para que você não sofra ao voltar a trabalhar. Então, prepare-se com antecedência e escolha uma época em que seja possível fazer este repouso, como, por exemplo, o período das férias do trabalho. Considerando-se o fato de que o pós-operatório de uma cirurgia plástica dura, em média, de dez a trinta dias, nas férias será possível seguir à risca os cuidados necessários recomendados pelo cirurgião plástico com tranquilidade de sobra.

Um pós-operatório bem feito pode fazer a diferença no sucesso da sua cirurgia plástica. Você não quer comprometer o resultado final por puro descuido ou falta de tempo, não é mesmo? Então, programe-se!

Seja quais forem as razões que levam uma pessoa a optar por fazer uma cirurgia plástica, é sempre importante estar atento para fazer as escolhas e tomar as decisões certas.